24 de agosto de 2014 em Geral

CHEGA!

Chega de filosofias vãs!
Não quero mais saber do coeficiente lógico da razão predominante na vida
moderna! Eca!
Livros e livros de sapiência e erudição que legou-nos progresso e
destruição, não!
Não me forcem a compreender a álgebra e a química usadas nas
engrenagens do sistema.
Minhas vísceras a rejeitam.
Prato indigesto de conhecimento controlado, padronizado pelos ilustres
ditadores do consumo.
Não há razão para ser normal, por isso a loucura! Minha grande amiga!
Páginas e páginas de poemas insanos, lúdicos, inebriantes… ah!…
Comoventes… como o vento…
E onde os sentimentos? O amor? Onde a amizade? Onde, enfim, a lealdade?
Não quero mais ouvir palavras que mentem, que me idiotizam por dentro.
Já não sou mais (quem pensa),
Já não penso mais (quem sou).
Quero libertar-me da maldade.
Deixar a nave-mãe das destruições subliminares
Que reinam em lares e bares.
A minha loucura…
a esta sim tenho apreço.
E me comovo com o segredo
que ela me revela
– JUST BE YOU!!! –
longe da sanidade da vida moderna!
Mylla Ramos

Comentários no Facebook

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.
Pular para a barra de ferramentas