Nota do ENEM baixa: O que fazer agora?

Para quem quer começar um curso superior, o método mais utilizado é o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM). Isto porque o sistema do Enem dá acesso a diversos programas que permitem ingressar em uma graduação.

Mas e quanto a quem tirou nota baixa, o que é possível fazer? Se você não se saiu tão bem na avaliação, ainda existem algumas opções que você pode conferir. Veja quais são elas a seguir:

Não passei: e agora?

Os estudantes que participam do Enem podem se inscrever, se estiverem de acordo com os requisitos, no Sistema de Seleção Unificada (SISU) e no Programa Universidade Para Todos (PROUNI).

Esses sistemas são respectivamente responsável pela distribuição e vagas da rede pública e da rede privada. O problema é que por apresentar condições facilitadas para os estudantes, as vagas disponíveis são muito concorridas.

Os candidatos precisam superar a nota de corte do SISU e do PROUNI, para um dos dois cursos selecionados na plataforma de inscrição. Essa nota pode variar bastante de um curso para outro.

E o que acontece com quem não conseguiu ficar acima dessa média?

Bem, os estudantes que participaram do Enem ainda tem duas opções. A primeira delas está relacionada as vagas remanescentes SISU 2020assim como as do PROUNI.

Essas vagas são referentes ao não preenchimento das bolsas, seja por desistência ou eliminação de outros candidatos. Sendo assim, o estudante que ficou bem próximo de conseguir a sua vaga, pode entrar na fila de espera e ser selecionado pela chamada remanescente.

A outra opção é aguardar o próximo semestre, do meio do ano, para inscrever a sua nota. É a chamada “segunda entrada do Enem”, em que os candidatos se inscrevem para novas vagas com a mesma nota.

Esse segundo semestre do SISU e do PROUNI tende a ser menos concorrido, afinal, os estudantes já optaram por outras opções de programas oferecidos.

Existe outra opção?

Se as opções acima não condizem com as suas expectativas sobre a universidade, saiba que você pode conseguir um bom desconto através do programa Educa Mais Brasil.

Você não precisa, necessariamente, realizar o Enem para conquistar uma bolsa pela inciativa, mas ter participado do exame pode garantir a dispensa do vestibular tradicional da instituição de sua escolha.

As vagas são ofertadas através da plataforma digital do Educa Mais Brasil e a inscrição é bem simples. Acesse o site e confira as opções para a sua cidade.

Programas do governo que foram criados com a intenção de gerar emprego

Quando falamos da recorrente situação de desemprego no país, estamos falando n;ão somente em questão de oferta e demanda. Muitas empresas alertam que o problema de preencher suas vagas é a falta de capacitação profissional para determinada área.

Pensando nisso, o Governo já lançou alguns programas a fim de reverter esse cenário e melhorar a qualidade do profissional que atua no mercado. Isso, é claro, sem precisar que quem está em busca de emprego precise pagar por sua profissionalização.

Conheça a seguir quais são esses programas e de que forma os brasileiros pode utilizá-los para ingressar com sucesso no mercado de trabalho:

Pronatec

Vamos começar falando do Pronatec. A sigla é refente ao Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego e como o próprio nome indica, o seu objetivo é promover o acesso ao ensino técnico capacitando jovens e adultos interessados.

De todos os programas, o Pronatec que se destaca por levar em consideração a demanda do mercado. Isto quer dizer, que o programa atua oferecendo cursos gratuitos com maior probabilidade de empregar seus estudantes.

Os cursos gratuitos Pronatec SP 2020por exemplo, estão com grande possibilidade de formação para áreas de exatas e tecnologias, cursos bastante procurados para esse ano.

O curso técnico apresenta mutias vantagens para os estudantes e entre elas, está a sua duração que fica em torno de alguns meses a até 3 anos.

Confira abaixo alguns dos cursos Pronatec 2020:

  • Técnico em Desenho de Construção Civil;
  • Técnico em Edificações;
  • Técnico em Armamento de Aeronaves;
  • Técnico em Artilharia;
  • Técnico em Cervejaria;
  • Técnico em Confeitaria;
  • Técnico em Panificação.
  • Técnico em Artesanato;
  • Técnico em Cenografia;
  • Técnico em Comunicação Visual;
  • Técnico em Petroquímica;
  • Entre outros.

Jovem Aprendiz

O programa Jovem Aprendiz é literalmente uma proposta para gerar emprego. Também desenvolvido pelo Governo Federal, o programa promove oportunidades par o primeiro emprego de jovens até 24 anos.

A proposta é possível através de parcerias com grandes instituições do mercado. E vale mencionar que além de promover emprego remunerado, o aprendiz também recebe instrução e capacitação necessária para atuar.

Muitos jovens já foram contemplados com uma vaga e puderam ingressar mesmo sem experiência no mercado de trabalho. Jovens que ainda estão cursando o Ensino Médio também podem participar.

O contrato de trabalho para as funções de Jovem Aprendiz é um pouco diferente das outras categorias de trabalho, podendo ser de até seis horas diárias, sem atrapalhar a carga horária escolar do estudante em questão.

Saiba como inserir o habito da leitura em crianças

O letramento literário é parte importante da alfabetização do seu filho. Mas muitos pais e até profissionais da educação podem sentir dificuldade na hora de inserir o hábito da leitura nas crianças. Esta dificuldade é comum e pode ser revertida com algumas dicas interessantes. Leia o texto abaixo e saiba o que você pode fazer para ajudar no processo de letramento do seu filho.

Comece com livros de colorir

Este ponto é ideal para quem tem filhos entre 2 e 4 anos. Nesta época, se estiver na escola, a criança já pode ter desenvolvido noções de alfabeto e linhas. O livro para colorir será o ponta pé inicial. Mas lembre-se de enfatizar que nem todos os livros são de colorir!

Leia sempre

Nada melhor para incentivar uma criança do que dar o exemplo, portanto, faça o possível para que seu filho veja você lendo. Assim, você estará despertando a curiosidade nele e demonstrando que a leitura é uma atividade recreativa e não deve ser feita só na escola.

Escolham livros juntos

Como você precisará participar do processo literário da criança, uma boa dica é que vocês possam escolher um livro para começar a ler.  Visite a livraria e escolha um título.

Ler para a criança

Você deve ter muito cuidado com esta dica, pois se você criar o costume de sempre ler para o seu filho, ele pode se tornar ocioso na leitura. O ideal é que vocês possam reversar o papel de leitor da historinha.

Escolha livros de desenhos animados

Esta dica pode ajudar muito os pais que tem crianças viciadas em ver televisão. é preciso equilibrar as atividades, então, aproveite os desenhos animados que o seu filho gosta e compre livrinhos temáticos.

Ensine a cuidar dos livros

A medida que a criança for crescendo e desenvolvendo outras habilidades, ensine a valorizar e cuidar do livro. Se possível, crie uma estante ou  ambiente de leitura em casa para que a criança tenha um espaço próprio e organizado para manter seus livros.

Faça do livro um presente

Sempre que puder, dê um livro como presente. Desta forma, o seu filho verá a leitura como uma recompensa e começará a zelar por seus novos prêmios.

Visite livrarias e bibliotecas

Quando já estiver em um idade mais avançada, leve a criança para visitar livrarias e bibliotecas. Este ambiente é muito convidativo a leitura e com certeza irá estimular o seu filho a gostar ainda mais de livros.