Programas do governo que foram criados com a intenção de gerar emprego

Quando falamos da recorrente situação de desemprego no país, estamos falando n;ão somente em questão de oferta e demanda. Muitas empresas alertam que o problema de preencher suas vagas é a falta de capacitação profissional para determinada área.

Pensando nisso, o Governo já lançou alguns programas a fim de reverter esse cenário e melhorar a qualidade do profissional que atua no mercado. Isso, é claro, sem precisar que quem está em busca de emprego precise pagar por sua profissionalização.

Conheça a seguir quais são esses programas e de que forma os brasileiros pode utilizá-los para ingressar com sucesso no mercado de trabalho:

Pronatec

Vamos começar falando do Pronatec. A sigla é refente ao Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego e como o próprio nome indica, o seu objetivo é promover o acesso ao ensino técnico capacitando jovens e adultos interessados.

De todos os programas, o Pronatec que se destaca por levar em consideração a demanda do mercado. Isto quer dizer, que o programa atua oferecendo cursos gratuitos com maior probabilidade de empregar seus estudantes.

Os cursos gratuitos Pronatec SP 2020por exemplo, estão com grande possibilidade de formação para áreas de exatas e tecnologias, cursos bastante procurados para esse ano.

O curso técnico apresenta mutias vantagens para os estudantes e entre elas, está a sua duração que fica em torno de alguns meses a até 3 anos.

Confira abaixo alguns dos cursos Pronatec 2020:

  • Técnico em Desenho de Construção Civil;
  • Técnico em Edificações;
  • Técnico em Armamento de Aeronaves;
  • Técnico em Artilharia;
  • Técnico em Cervejaria;
  • Técnico em Confeitaria;
  • Técnico em Panificação.
  • Técnico em Artesanato;
  • Técnico em Cenografia;
  • Técnico em Comunicação Visual;
  • Técnico em Petroquímica;
  • Entre outros.

Jovem Aprendiz

O programa Jovem Aprendiz é literalmente uma proposta para gerar emprego. Também desenvolvido pelo Governo Federal, o programa promove oportunidades par o primeiro emprego de jovens até 24 anos.

A proposta é possível através de parcerias com grandes instituições do mercado. E vale mencionar que além de promover emprego remunerado, o aprendiz também recebe instrução e capacitação necessária para atuar.

Muitos jovens já foram contemplados com uma vaga e puderam ingressar mesmo sem experiência no mercado de trabalho. Jovens que ainda estão cursando o Ensino Médio também podem participar.

O contrato de trabalho para as funções de Jovem Aprendiz é um pouco diferente das outras categorias de trabalho, podendo ser de até seis horas diárias, sem atrapalhar a carga horária escolar do estudante em questão.

Lista dos cursos menos disputados nas universidades públicas

Quem está se preparando para o Exame Nacional do Ensino Médio com a intenção de ingressar nas universidades públicas, já deve saber que as vagas são muito concorridas. Muita gente quer começar nas melhores instituições com bolsa de estudo e existem alguns cursos que são os mais queridos entre os concorrentes. Outros cursos tem um número menor de estudantes concorrendo e por isso, possuem um ponto de corte mais acessível.

Para se inscrever e concorrer as vagas distribuídas nas instituições públicas, os estudantes devem realizar o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM). O exame era uma forma de avaliar o ensino nas escolas, mas com o tempo acabou padronizando o ingressos no ensino superior.

Depois de realizar o Enem, os estudantes que querem bolsa de estudo na rede pública devem inscrever sua nota no Sistema de Seleção Unificada (SISU). Ou seja, quem participou da última versão, pode ingressar na universidade a partir do SISU 2020.

A nota de corte SISU 2020 será o fator a determinar a distribuição de vagas. Dependendo da quantidade de vagas e da média das pessoas inscritas, essa nota pode ser baixa ou alta.

Para o curso de medicina, por exemplo, esta nota é sempre alta em todos os estados. Enquanto isso, outros cursos com pouca demanda da atuação no mercado de determinado estado pode estar mais baixa.

Se você está prestes a fazer o Enem e quer saber quais os cursos menos concorridos, preparamos uma pequena lista para você.Saiba quais são esses cursos e conheça um pouco sobre eles:

  • Física
  • Matemática
  • Ciências Biológicas.
  • Letras – Português

Em relação as licenciaturas , as notas de corte são relativamente ais baixas que a maioria dos cursos. E as formações como Física, Matemática, Ciência Biológicas e Letras para português são as menos concorridas da área.

  • Engenharia Bioquímica
  • Engenharia de Materiais

Algumas formações de Engenharia podem ser muito disputadas entre os participantes do Enem, entretanto, também existem aqueles cursos da área que são pouco procurados, no caso: Engenharia Bioquímica e Engenharia de Materiais.

  • Música

Para quem vai optar por um curso da área de Artes, uma boa opção é Música, que possui uma formação vasta e não é tão disputada no Sisu.

  • Ciências da Informação e da Documentação
  • Ciências dos Alimentos
  • Ciências Físicas e Biomoleculares

As ciências também têm sido pouco buscadas por quem vai participar do Enem, o que fez com que a nota de corte se tornasse mais acessível para os estudantes.

Programas educacionais que não precisam da nota do Enem

Sabemos que o Exame Nacional do Ensino Médio é uma das formas mais populares de ingressar em um curso, mas é importante lembrar que este não é o único recurso que você pode utilizar. Se você não fez o Enem esse ano, trouxemos algumas opções para você. Veja como começar o seu curso através das seguintes opções:

Pronatec

Você já ouviu falar do Pronatec? Este programa é totalmente voltado para a distribuição de bolsas de cursos técnicos. Estes cursos estão diretamente ligados ao mercado de trabalho e duram entre dois e três anos. O Pronatec tem parceria com as melhores instituições técnicas do país, como por exemplo as escolas do Sistema S: Senai e Senac.

O melhor é que as bolsas são inteiramente gratuitas e você pode participar das inscrições PRONATEC 2020 sem ter participado do Enem. As vagas são ofertadas periodicamente no site do Pronatec e você deve se cadastrar para o seu curso de interesse. A inscrição e gratuita e online, portanto vale a pena ficar de olho nas oportunidades para a sua região!

Quer saber mais? Acesse o link a seguir: pronatec2020.com

Educa Mais Brasil

O Educa Mais Brasil é uma inciativa online que permite a distribuição de bolsas de estudo no ensino privado. Estas bolsas representam descontos de até 70% para os estudantes e quem se encaixa nos critérios socioeconômicos do programa pode se inscrever. Para isto, basta acessar o site oficial e conferir as oportunidades disponíveis para você.

Quando encontrar a sua bolsa ideal, finalize seu cadastro e aguarde o retorno do programa. A inciativa não cobra taxas, mas ser necessário que você pague a primeira mensalidade integral do seu curso. As próximas mensalidades já virão com o valor descontado e o desconto é válido até o final do curso.

Lembrando que você não precisa ter feito o Enem para garantir a sua bolsa, mas pode ser necessário fazer o vestibular da faculdade escolhida!

Quero Bolsa

O Quero Bolsa é outra iniciativa que funciona através da internet. Assim como o Educa Mais Brasil, o Quero Bolsa também não exige a participação no Enem. Ter feito o Enem pode garantir somente a dispensa para o vestibular próprio da sua faculdade escolhida, dependendo da sua nota.

Para conseguir a sua bolsa, basta acessar o site oficial do programa e encontrar a melhor opção para você. Depois é só concluir o seu cadastro e realizar a matrícula presencial na instituição em que você irá estudar.

Saiba como inserir o habito da leitura em crianças

O letramento literário é parte importante da alfabetização do seu filho. Mas muitos pais e até profissionais da educação podem sentir dificuldade na hora de inserir o hábito da leitura nas crianças. Esta dificuldade é comum e pode ser revertida com algumas dicas interessantes. Leia o texto abaixo e saiba o que você pode fazer para ajudar no processo de letramento do seu filho.

Comece com livros de colorir

Este ponto é ideal para quem tem filhos entre 2 e 4 anos. Nesta época, se estiver na escola, a criança já pode ter desenvolvido noções de alfabeto e linhas. O livro para colorir será o ponta pé inicial. Mas lembre-se de enfatizar que nem todos os livros são de colorir!

Leia sempre

Nada melhor para incentivar uma criança do que dar o exemplo, portanto, faça o possível para que seu filho veja você lendo. Assim, você estará despertando a curiosidade nele e demonstrando que a leitura é uma atividade recreativa e não deve ser feita só na escola.

Escolham livros juntos

Como você precisará participar do processo literário da criança, uma boa dica é que vocês possam escolher um livro para começar a ler.  Visite a livraria e escolha um título.

Ler para a criança

Você deve ter muito cuidado com esta dica, pois se você criar o costume de sempre ler para o seu filho, ele pode se tornar ocioso na leitura. O ideal é que vocês possam reversar o papel de leitor da historinha.

Escolha livros de desenhos animados

Esta dica pode ajudar muito os pais que tem crianças viciadas em ver televisão. é preciso equilibrar as atividades, então, aproveite os desenhos animados que o seu filho gosta e compre livrinhos temáticos.

Ensine a cuidar dos livros

A medida que a criança for crescendo e desenvolvendo outras habilidades, ensine a valorizar e cuidar do livro. Se possível, crie uma estante ou  ambiente de leitura em casa para que a criança tenha um espaço próprio e organizado para manter seus livros.

Faça do livro um presente

Sempre que puder, dê um livro como presente. Desta forma, o seu filho verá a leitura como uma recompensa e começará a zelar por seus novos prêmios.

Visite livrarias e bibliotecas

Quando já estiver em um idade mais avançada, leve a criança para visitar livrarias e bibliotecas. Este ambiente é muito convidativo a leitura e com certeza irá estimular o seu filho a gostar ainda mais de livros.