BAILARINA, de Maria Jeremias Santos

4 de janeiro de 2014 em Geral


A multidão retrata
A desilusão de cada um
Olhares inexpressivos
Sorriso esquecido pelo tempo
Faz o pensamento bailar
Como se fosse bailarina
Num palco a rodar
Desperta sonhos de menina
Escondidos no peito
No coração de uma mulher.
 Poetisa: Maria Jeremias Santos


Poesia publicada no livro”Meninas Super Poéticas- Vol IV”

Editora Beco dos Poetas – 2014.





Comentários no Facebook

Pular para a barra de ferramentas