O resgate do pedinte

25 de maio de 2016 em Geral

                                                                                                                     
na terra vivia um menino sem nome
conhecido apenas como o pedinte ,
olhos fundos rosto sujo
parecia um morto
mas era vivo
pobre menino pedinte…
sua casa, uma caixa de papelão
sua janta, um teco de pão
de manhã, nas praças e bares, caçava latinha
no farol pedia, implorava, uma moedinha…
                     
uma alma boa, dava um tostão, outra um empurrão,
a todos, ele dizia brigado irmão
espíritos de luz a seu espírito inspiram resignação
em seu ouvido murmuram, paciência irmão aos
que passavam inspiravam  a caridade
livrando o mundo da maldade
em vida passada menino sem nome teve nome moço rico
bonito formoso passava no farol sem olhar
dirigindo reclamando do povo de lá quando viu
era tarde atropelou … apenas olhou e sem remorso
falou traste que se mataste pulaste na minha frente
como um cão faminto não tive tempo de para…podia me atrasar…
motorista sempre embriagado logo acabou desencarnado   
na espiritualidade reencontrou sem nome agora com nome
envergonhado e arrependido implorou perdão e abraçado pediu
quero a terra voltar para tudo resgatar e quando terminar vem me buscar
e assim em uma tarde fria
um carro freou mas não parou uma latinha rolou e um menino
gritou… alegre á  pátria mãe retornou e seu amigo
que  a muito o perdoou  o abraçou  e chorando falou …
finalmente você voltou !!!

Comentários no Facebook

Pular para a barra de ferramentas