TUA FALTA

4 de Janeiro de 2014 em Geral



Tua falta ziguezagueou caminhos conhecidos

sufocou com o não dito

deixou estáticas as bandeirinhas budistas

cruzou o post com o e-mail

enxergou na leitura corporal a

 conexão de alma

põe neon no adesivo de parede

faz arder em febre o DVD esquecido

se bate nas paredes

vira do avesso as lembranças

escorre pelo box

renova as palavras

indigna as ideias

torna os sabores solitários

adianta a alergia

precipita a cólica

vira de ponta cabeça os cheiros

reinterpreta lições de meditação

reassenta a entrada do ar

escorre o bom senso

liberta a represa da língua

desnorteia os desejos

cura instintos

reiventa meu restauro com a percussão

reordena meu caos criativo

põe luz nas minhas urgências

reaquece meus sonhos

põe óleo nas minhas engrenagens que rangem


Poetisa: Francine Brandão
Poesia publicada no livro”Meninas Super Poéticas- Vol IV”
Editora Beco dos Poetas – 2014.


Comentários no Facebook

Pular para a barra de ferramentas